Índice do Artigo

Muito rápido!

Dallara apresenta carro autônomo de alta velocidade alimentado por IA

Modelo é capaz de atingir 300 km/h e vai estrear em corrida em 2024

Dallara Super Formula SF23
Créditos: Divulgação/Dallara

A montadora italiana Dallara apresentou ontem na conferência de tecnologia Gitex, em Dubai, o Dallara Super Formula SF23, um veículo sem motorista alimentado por inteligência artificial capaz de atingir até 300 km/h. O modelo vai estrear em uma corrida de carros autônomos prevista para ocorrer em abril de 2024 no Circuito Yas Marina, em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos.

Dez equipes de engenheiros vão receber o mesmo carro, e poderão modificar o software e os algoritmos para tentar torná-lo o mais rápido possível. Tom McCarthy, diretor-executivo da ASPIRE, empresa que estará na corrida, sugeriu que o carro autônomo provavelmente superaria um motorista humano devido à velocidade de reação do computador.

O Dallara Super Formula SF23 conta com um sistema de câmeras que oferecem uma visão de 360 graus, GPS para rastrear a posição na pista, sensores de radar e uma tecnologia que usa laser para detectar obstáculos e veículos e estimar distâncias. Todo o controle é exercido por um computador que substitui o assento do motorista.

O SF23 também se destaca pelo uso de tecnologia avançada que elimina a necessidade de uma equipe de controle na sala de monitoramento. O carro consegue monitorar a quantidade de combustível, a pressão e o desgaste dos pneus.

Leslie Pableo/The National

Corrida de carros autônomos

O número exato de veículos participantes ainda não foi divulgado, pois depende de questões de segurança. Na corrida, 10 equipes vão competir para ver quem desenvolveu a versão do Dallara Super Formula SF23 mais veloz e inteligente. A equipe vencedora receberá £ 1,85 milhão, o equivalente a R$ 11,4 milhões. Os organizadores esperam que essas corridas promovam a segurança dos carros autônomos em alta velocidade nas estradas.

Faisal Al Bannai, Secretário Geral da ATRC, uma das empresas que deve competir, afirmou: “Ao reunir cientistas, desenvolvedores e especialistas em codificação de todo o mundo em competições radicais, estamos ativamente testando as capacidades desses veículos nas pistas, visando à segurança em nossas estradas.”

Implicações da corrida

A corrida de carros autônomos de alta velocidade é um marco importante no desenvolvimento dessa tecnologia. O evento vai testar a capacidade dos carros autônomos de competir em condições extremas e de alta velocidade, o que pode ajudar a acelerar o desenvolvimento de sistemas autônomos mais seguros e confiáveis.

Além disso, a corrida também pode ajudar a aumentar o interesse público nos carros autônomos. A exposição a esse tipo de tecnologia pode ajudar a quebrar alguns dos mitos e preconceitos que existem em torno dos carros autônomos, o que pode levar a uma maior aceitação dessa tecnologia.

Fonte: Daily Mail